Conteúdos para construção de uma nova sociedade segundo as análises e propostas do livro PARTICIPAÇAO E SOLIDARIEDADE
a Revolução do Terceiro Milênio II.

Módulo I – Princípios da participação e da solidariedade, que constituem uma ética individual.

Módulo II – A moderna tecnologia como instrumento da desconcentração.

MODULO I

As crises que vem acontecendo no Brasil, como no mundo, atingindo os mais diversos setores da sociedade- tendo como pano de fundo, de um lado a perda dos valores que viabilizam a vida em sociedade , entre eles os valores éticos cujas consequências especialmente no Brasil, nos afetam .e escandalizam ou revoltam diariamente  e ,de outro lado, as transformações causadas pelo desenvolvimento da Ciência e Tecnologia, cuja velocidade as instituições e os comportamentos sociais não tem tido a capacidade de acompanhar, fizeram com que eu me afastasse por algum tempo das análises e das propostas contidas no livro Participação e Solidariedade, como em outros escritos e outros livros que tenho publicado, entre eles o mais recente , a Nova Universidade no mundo em transformação. 

Por isto resolvi postar em minhas páginas no Facebook meus comentários sobre as crises que estamos assistindo, ou  de que somos vítimas enquanto vou retornar à exposição das análises e propostas contidas no referido livro Participação e Solidariedade, e outros escritos entre outros.

Os comentários sobre fatos e crises continuarão sendo fetos inspirados por essa mesma análise e proposta.

Meus amigos e amigas que me acompanham em meu Site poderão  verificar que Participação e Solidariedade não constituem mera divagação teórica, mas sim uma proposta que pode e deve fundamentar a nova sociedade no mundo pós tecnológico, superando as crises que o tornam insustentável. 

Retomando essa série, hoje leio um pequeno texto extraído do livro referido, Participação e Solidariedade, onde fica evidente que os princípios da participação e da solidariedade, que constituem uma ética individual, podem e devem  inspirar também uma nova organização social, para que a ética participativa e solidária que as pessoas praticam não encontrem um obstáculo permanente na organização social ,que continua fundamentada na competição e na concentração que constituem, na verdade,  dos maiores responsáveis pela exclusão da maior parcela da sociedade.  

LEIA O TRECHO DO LIVRO AQUI:

PORTUGUÊS | FRANCÊS

 

 


 

MÓDULO II – A MODERNA TECNOLOGIA COMO INSTRUMENTO DA DESCONCENTRAÇÃO 

Meu caro amigo, querida amiga 

Os que  acessaram a primeira parte desta série,  que os princípios éticos da participação e da solidariedade, além de inspirar as consciências e as ações, ou o comportamento individual, devem também inspirar a estrutura ,a organização os comportamentos e   da Sociedade ,em seus diversos componentes, isto é, em sua organização política, econômica e social. 

Quando isto ocorre ,por mais que as pessoas se esforcem por vencer as  carências, os desvios, os desequilíbrios que produzem as injustiças e o sofrimento das  pessoas, a concentração dos bens sociais nas mãos do Estado ou de pessoas e grupos, excluindo, em consequência o restante da sociedade desses bens só fazem aumentar as injustiças e o sofrimento das pessoas. 

Convido meus amigos e queridas amigas, que me acompanhem nessa leitura do texto de nosso livro Participação e  Solidariedade, onde o livro explica o que se deve  entender por participação ,e como a participação deveria  inspirar, ser posta em prática, na organização e nos comportamentos do Estado e das demais organizações econômicas e sociais.

Mais adiante, veremos também como se deveria praticar o princípio da solidariedade. 

LEIA O TRECHO DO LIVRO AQUI:

PORTUGUÊS | FRANCÊS

 

 

 

Postado em:
Last Modified: setembro 27, 2017

Deixe uma resposta