Donald Trump começa a beber do próprio veneno que ele espalhou. Em poucas horas 1.5 milhão de ingleses  subscreveram petição ao parlamento para que  seja retirado o convite  feito pela primeira ministra.para a visita de  Trump à Inglaterra,o que,entre outras ofensas,significaria uma ofensa à Rainha da Inglaterra,a maior instituição inglesa que representa há séculos a dignidade do país.
Vale lembrar além de outras indignidades e truculências do Presidente americano ,a forma indigna como ele confessa tratar as mulheres.Vale lembrar que 200.000 assinaturas seriam suficientes para que o Parlamento aceitasse considerar a petição

A Inglaterra é um país incrível em seus momentos de grandezas e em seu momentos de pequenez,os momentos em que engrandece a dignidade humana e que a diminui.
No fim da década de 30 e começo da década de 40 o primeiro Ministro Neville Chamberlein estendeu o tapete para  Hitler,até que chegasse ao poder Wilson Chürchill,que salvou a Inglaterra e o mundo do nazismo com  coragem de sua promessa de muito suor ,sangue  e trabalho,a que  respondeu  o povo inglês num de seu seus maiores momento de grandeza.
40 anos depois,no início do novo milênio Tony Blair o primeiro Ministro inglês voltou a estender o tapete a W. Busch, Filho,o pequeno  Presidente Americano da aliança dos negócios e da guerra ,para  invadir o Iraque, levado pela farsa, ou pela mentira desmascarada .Mas o tapete  já tinha sido estendido,na tradição de Chamberlain,Churchill esquecido.
Agora a primeira Ministra  Thereza May,seguindo a trilha dos que  estendem  tapetes aos prepotentes que espalham o ódio,apressou-se a estender o seu para as botas de Trump,complementando sua apressada visita com o que imaginou compensar comercialmente o  equivocado pequeno gesto diante da história,  do Brixit que irá erguer muros  entre o países europeus,regredindo há 50 anos atrás. Recebeu a resposta  da grandeza do povo inglês,que não morreu..
Ou melhor, da massa de consciência que se espalha e se manifesta no mundo, e crescerá de maneira cada vez mais forte contra o mundo dos  que espalham o ódio e a divisão entre as pessoas,os povos e as nações,os fundamentalistas de  todas as ideologias,os prepotentes que imaginam domar as consciências e dominar o mundo.
Esses beberão de seu próprio veneno e  a massa de consciência  construirá o novo mundo,o mundo da participação e da solidariedade, onde já não haverá lugar para eles e para os que lhes estendem tapetes para suas botas.
Postado em:
Last Modified: fevereiro 24, 2017

Deixe uma resposta

required